sábado, 16 de agosto de 2008

Vós Éreis


Cheguei em casa bem cansada da academia, ginástica localizada, tudo que eu menos queria numa sexta-feira, mas tudo bem, vamos pensar no corpinho sarado a longo prazo.

Mal botei o pé na sala, mamys já vai maritacando: "Ligaram agorinha para você, mas não me pergunte quem era, nem o que queria, fiquei com preguiça de perguntar, mas pela voz, me pareceu a Rita" Ótimo, ajudou pacas. "Ah, um tal de Marcos, não, Márcio, nããão era Mário, ou talvez Túlio, acho que era Túlio, ligou mais cedo também e eu falei que você não estava" Eu não conheço ninguém com esses nomes, só o Túlio, meu colega da faculdade, que já terminou há quase dois anos, não acho que ele me ligaria.

Fui para a cozinha, preparar um lanchinho natural, com ricota, tomatinho e suco de laranja para acompanhar. Minha mãe grita:" Taaaaaaty, a tia Dorcília preparou um prato daquela macarronada à bolongnesa que você adora, está dentro do microondas" SHIT, mil vezes SHIT!!!
Eu resisti, não sabia por quanto tempo, mas resisti. Optei por umas bolachinhas de aveia e mel que eu havia comprado de manhã no café da IBM, que eram para ser barrinhas de cereal, mas a moça me vendeu barrinhas que não existiam, a melhor opção, depois das barrinhas, era mesmo a bolachinha de aveia e mel e mais 5 balas de sei lá o que para interar o dinheiro.

Satisfeita, mas nem tanto, fui ver quem era o Marcos, não, Márcio, nããão era Mário, ou talvez Túlio que me ligou, no bina, que muitas vezes não funciona e a maioria das vezes mostra só os ultimos números ou os substitui por 1. O primeiro número era: 1111111111. Ótimo, acho que entregaram o bina na casa errada, esse era o da mãe Diná. O penúltimo, ah esse sim, era o da Rita, minha cunhada, óquei, vamos ver o que ela quer da minha pessoas às quase 23hs. MEDA:
-Oi.
-Rita?
-Oi Taty, tudo bem?
-Ah to com uma dor assim na lombar e uma vontade de comer macarronada, mas to bem, to bem, to bem, to bem, bem, bem, bem, num to, mas to bem, to bem e você?
-Bem!
-Me ligou?
-Ligueeeeei, Taty, salva minha vida!

MEDA.

-Opa, farei o possível, manda!
-Hoje eu dei aula para a 3º série e estava ensinando-os a conjugar o verbo SER, conjuge o verbo ser para mim.

Era o que eu mais queria numa sexta-feira, cansada da academia e com vontade de comer.....

-Claro, em qual tempo?
-Tempo?
-É, Presente do Indicativo, Pretérito Perfeito do Indicativo, Pretérito Mais-que-perfeito do Indicativo, Futuro do Presente do Indicativo, Pretérito Imperfeito do Subjuntivo.

Hahaha, foi pra confundir a manceba mesmo.

-É no passado mesmo.
-Tá, vamos lá: eu ERA, tu ERAS, ele ERA, nós ERAMOS, vós ÉREIS, ERAS, ÉRIS, ÉRERIS??? Oloco! To confusa!
-Hahahahahahahaha, essa foi minha dúvida! Paguei um gorila na frente da sala, num foi nem mico de tão feio que foi.

Eu estava me sentindo o ó e minha mãe, ouvindo a conversa porque estava no speaker:

-Que feio filha, uma professora de português não sabe conjugar o verbo ser.

¬¬

Para que eu vou guardar uma coisa que eu não uso, se eu ainda desse aula, talvez eu me lembraria, mas não, eu passo o dia todo falando, ouvindo, lendo e escrevendo em inglês, idioma que por sinal não conjuga verbo nenhum, acha que eu ia lembrar.

-Rita, vou pesquisar aqui, te ligo em minutos.
.
.
.

-Até que eu não estava tão errada, é ÉREIS mesmo, parece estranho, mas é o que diz a gramática, só a gramática mesmo, por que nós, pelo menos eu, não digo isso. Hahaha.
-Nem eu. Hahaha. Muito obrigada Taty.
-No problem honey.
-O quê?
-De nada, de nada! Agradeça ao Bechara. Beijo.
-Beijo.

Gastei muita energia dos meus neurônios com essa conversa, portanto, para repor as energias perdidas, nada melhor que um prato de macarronada a bolognesa. hmmm. It was fabulous! E amanhã dá-lhe academia, muuuuito mais para compensar!

2 comentários:

♥peachkins♥ disse...

nice photo...

Túlio disse...

Não, não era eu!!! Eu ligaria de volta!!! Ou mandaria um scrap te dando uma bronca por não estar em casa qdo minha digníssima pessoa ligou!!!
Confundir Marcos com Márcio tudo bem, mas com Túlio, sua mãe tá bem de memória!!!
Pra mim não existe vós, os sujeitos são: Eu, você, ele, nós, vocês e eles!!!
Isso de vós é em Portugal, eu sou brasileiro, ninguém usa essa porra aqui!!! huahuahuahua
Mas pra mim é "vós erais"!!!!
Bjos!!!